Paraty Explorer
magna, ut accumsan quam pretium
vel. Duis ornare

Latest News
Follow Us
IR ATÉ
Alt Da Imagem

Baia de Paraty

Baia de Paraty

Antes de mais nada é onde a floresta desce a montanha e toca o mar.

Enseadas protegidas, áreas de manguezal, fartura de pesca, vilas caiçaras montando um mosaico de cultura e naturezas vivas!

São em média 65 ilhas dentro da baia de Paraty, que fazem parte da baia da Ilha Grande.

São xx comunidades caiçaras que circundam toda a baia.

Simultaneamente, é uma área Protegida pela APA .

Área de Proteção Ambiental da Baía de Paraty que tem como objetivo:

 

  • Compatibilizar a conservação da natureza com a utilização dos recursos naturais;
  • valorizar as funções sociais, econômicas, culturais e ambientais das comunidades tradicionais da zona costeira, através de estímulos a alternativas adequadas ao seu uso sustentável;
  • garantir a sustentabilidade do estoque pesqueiro em águas marinhas;
  • Uso ecologicamente correto e responsável do espaço marinho, especialmente das atividades turísticas.

Voltando no Tempo

Se hoje vemos pescadores caiçaras em suas canoas, lançando rede ao mar em busca do pescado, será que era assim, na época dos povos originais?

Já pensou que remando em pé em canoas bem pequenas, podem ter sido os inventores do Stand Up Paddle?? 

Estamos por volta de 1550, os índios que aqui habitavam já eram do tronco Tupi, Tamoios, que vieram da Amazônia 550 anos antes, expulsando os Guaianás para o interior.

Não se sabe ao certo quando o primeiro navio europeu entrou pela baia de Paraty e lançou âncora ao mar, mas estudos indicam que foi em meados do século XVI.

Uma baia calma, protegida, cheia de recursos naturais e com nativos amistosos. Porque não seria escolhida como porto seguro?

Assim também, como outros locais no Brasil se deu o início da colonização.

Escolheram o ponto mais alto próximo ao mar, o que garantia visualização ao redor e do mar e começaram a construção de cabanas.

Ali, pretendendo ou não, se deu início a história desta bela baia e da cidade de Paraty.

Não vamos aqui contar a história da cidade e sim, manter o foco no tema, lançando o olhar da baia de Paraty.

Já imaginou, quantas naus portuguesas, galeões espanhóis e navios ingleses e franceses já passaram por Paraty?

Por aqui se escoou madeira, açúcar, ouro, café e outras riquezas de nossas terras.

Do mesmo modo, aqui também chegaram de maneira forçada, africanos, vindos de diversas etnias para trabalhar no “desenvolvimento” da colônia.

Dias atuais

Atualmente, continua sendo disputada, mas os fortes portugueses que foram erguidos para proteger a baia contra ataques piratas, continuam sem nunca atirar uma bala de canhão se quer.

Hoje em dia é disputada pelos nossos visitantes que escolhem passear pela baia de Paraty justamente pela natureza que a cerca e que nós da Paraty Explorer, tanto exaltamos e nunca nos cansamos em falar que é LINDA DEMAIS!

Mas nem só de coisas boas, vive a baia de Paraty.

 

  • A especulação imobiliária
  • Crescimento desordenado
  • Poluição e lixo no mar
  • Pesca predatória

São alguns dos problemas que infelizmente afetam esta baia e não é exclusivo de Paraty.

Ao contrário, sabemos que é um problema no Brasil e no mundo. Falta de práticas sustentáveis impactando diretamente a vida das comunidades do entorno.

 

Restaurantes

Existem boas opções de restaurantes na baia de Paraty, indicamos aqui o que mais gostamos:

Bambu bar – Praia Vermelha

Restaurante Engenho D’água – Praia do Engenho

Restaurante Danse Aves – Ponta Grossa

Hospedagens

Sugerimos casas de veraneio para ficar na baia de Paraty e uma opção de Hostel:

Casa Cairuçu  – Ponta Grossa

Casa Tartaruga – Ponta Grossa

Happy Hamock – Praia Vermelha

O que fazer

Se divertir e relaxar, para isso não faltam opções:

Passeio de caiaque ou alugar Stand Up Paddle

Passeio de barco

Visitar as praias lado norte de Paraty

Veja Também